segunda-feira, 19 de julho de 2010

A INVASÃO DA PM

APÓS PUBLICAR A POSTAGEM SOBRE A INVASÃO DA PM AO TERREIRO EM JARAGUÁ, RECEBI DIVERSOS EMAILS E MANIFESTAÇÕES SOBRE O ASSUNTO.
VAMOS PUBLICAR ALGUNS, ASSIM NOSSOS IRMÃOS PODERÃO SABER QUE ESTAMOS SEMPRE LUTANDO PELA UMBANDA.

A conduta dos militares, além de ILEGAL em todos os aspectos, foi uma demonstração clara de preconceito religioso, truculência e despreparo da Polícia Militar de Santa Catarina. A justifictiva apresentada pela PM de que invadiu porque não foi atendida e que isto foi necessário para "confirmar o flagrante", além de ABSURDA, é RISÍVEL.
ABSURDA porque, no que pese a alegação de perturbação do sossego, que é uma contravenção e não crime, a polícia não pode invadir nenhum local sem ordem judicial, exceção feita no caso em que os milicianos estejam CERTOS da ocorrência de CRIME em andamento ou para salvaguardar a vida humana.
Desncessário dizer que o caso em questão não se enquadram nas exceções.
Outro aspecto legal que deve ser questionado é: existe uma "Lei do Silêncio" em Jaraguá do Sul? Se não houver, convenhamos que um culto que se estende até às 22:30 horas está dentro do razoável. Quem já não teve de aturar festas de vizinhos que viram madrugada com música e conversa alta? Será que a PMSC invadiria uma festa, com um contigente tático, da mesma forma que fez com o Terreiro de Umbanda? Os incomodados vizinhos do Terreiro, seriam tão diligentes em chamar a polícia para acabar com aquela festa de aniversário de um de seus vizinhos?
Perguntas que, certamente, não terão respostas, já que o que ocasionou todo este lamentável episódio foi o preconceito dos vizinhos do Terreiro e dos policiais militares. Simples assim.
Aliás, um preconceito burro, estúpido, criminoso, de todas as partes envolvidas, desde os vizinhos até o comando da Polícia Militar de Santa Catarina que permitiu uma nota de esclarecimento absurda, sem noção mesmo, como a que divulgou.
Estranheza maior ainda, causa a inércia dos "orgão de cúpula" do Movimento Umbandista frente a estes atos preconceituosos e discriminatórios. Alguma federação, associação, conselho, ous eja lá o nome que dão para estas instituições que se dizem representativas (mas sabem bem qual é o verdadeiro interesse por detrás delas...) irão acompanhar o desfecho deste caso? Qual destes "orgãos" meterá a mão no bolso para contratar um advogado e acompanhar a sindicância, o inquérito, o processo.. seja lá o que for?
Eu mesmo respondo: NENHUM.
Estes orgãos, em sua maioria (e vista a carapuça quem quiser...), objetivam nada mais do que projetar seus líderes dentro da comunidade umbandista, afim de arrecadar dinheiro, conquistar poder e influência, mas sem nenhuma atitude prática e concreta. A maioria das federações, associações e, principalmente, alguns "conselhos" que surgiram de um tempo para cá, nada mais são do que poderosas máquinas de propaganda em favor do egos de uns e outros.

É nesta hora que os "tans", "shans", "piagas" (ou serão "piadas") deveriam sair dos seus feudos, de suas roupas de linho, parar de se esconder atrás de listas de discussão e fazer algo de concreto em relação a este tipo de ocorrência.
Os "paladinos da umbanda" do orkut, aqueles que se acham no direito de caluniar e difamar, que se dizerm "defensores da religião", deveriam, igualmente, largar da covardia que lhe é peculiar e ir à luta para fazer algo pela religião de veradade, ao invés de ficarem como lavadeiras fofoqueiras em sites de relacionamentos.

Enfim, larguem desta postura virtual, falsa, corrupta, fingida de "defensores da umbanda" e façam, realmente, alguma coisa em pró da religião, corja.

por Ouvindo as Vozes de Aruanda
------------------------------------------------------------
 
12 de julho de 2010 às 18:36

Isso e um absurdo num pais cm o nosso que as leis se referem ao ser humano

assim propaganda de nossa terra mostra que o respeito as religiões não interessando quais tem o direito de expressar sua fé.

o que ta faltando e a união do nosso povo(espirita, umbandista,etc..)

mostrar nossaforça sem preconceito e denunciar as autoridades competentes .

Uma pergunta onde estão nossa afobraz nessa hora?

qual o orgão nos protege destas pessoas?

MANDE SEU EMAIL DE REPUDIO AS AUTORIDADES;

Governador Leonel Pavan




Secretário de Segurança Abdré Mendes da Silveira



Comandante Geral da PM Coronel Luiz da Silva Maciel




Procurador Geral de Justiça Promotor Gercino Gerson Gomes Neto


Prefeita de Jaraguá do Sul Cecília Konell

------------------------------------------------------------------------
 
- Não teria coragem de jogar uma Bíblia no lixo porque é sagrada para alguém. Onde nós vamos parar com essas agressões?


--------------------------------------------------------------------------




-----------------------------------------------------------
ACABO DE ENTRAR NO BLOG DE VCS ,ADOREI!!! E ENTREI COMO SEGUIDOR TAMBÉM,COM MUITA HONRA!!!E QDO PUDEREM VISITEM O MEU BLOG TB:www.kaokabiesile.blogspot.com VÍ E LÍ SOBRE ESTAS BARBÁRIES Q OCORRERAM NO ESPAÇO RELIGIOSO E ESPIRITUAL DE VCS...UM VERDADEIRO ABSURDO...ATÉ PAREÇE OS TEMPOS DAS CRUZADAS RELIGIOSAS,DOS TEMPOS DAS CAÇAS ÀS BRUXAS E DOS TEMPOS DA CHAMADA SANTA INQUISIÇÃO!!!VENDO AS FOTOS EU ME TRANSPORTEI PARA 600 ANOS ATRÁS!!!VERDADEIRO DESRESPEITO,TRUCULÊNCIA E VIOLÊNCIA POR PARTE DESSES POLICIAIS,QUE,COM CERTEZA SE ISSO FIZERAM FORAM COM COBERTURA DE AUTORIDADES MAIORES!!!NÃO PARECE QUE VIVEMOS O SÉCULO 21,ÉPOCA DE INTERAÇÃO,DE ECUMENISMO,DE DIÁLOGO ENTRE AS VÁRIAS CRENÇAS E CULTURAS!!!VENDO ISSO DÁ NOJO!!! Ñ DÁ PRÁ ACREDITAR Q AINDA ACONTEÇA ESSES ABSURDOS RELIGIOSOS NO BRASIL...CENA ANIMALESCA MESMO!TINHA QUE ENTRAR COM PROCESSO CONTRA O ESTADO E CONTRA QUEM DE DIREITO POR ESTE TAMANHO ABUSO TOTAL...ISSO É CRIME,É RACISMO,É INFÂMIA!!!QUE ESTA ANIMALIDADE E BESTIALIDADE NO ESTADO DE SANTA CATARINA,ACABE DE VEZ!!!QUE NINGUÉM SEJA OBRIGADO A GOSTAR NEM ACREDITAR NA RELIGIÃO DO PRÓXIMO,MAS,QUE TEMOS QUE RESPEITAR ISSO TEMOS!!!ACORDA GENTE!!!VIVEMOS JÁ NO SÉC 21!!! ESTES TEMPOS DA IDADE DAS TREVAS JÁ FICOU PRÁ TRÁS HÁ UNS 500 ANOS!!

 ELIAS DE AYRÁ-SP-

---------------------------------------------------------

Sabem me dizer o que está sendo feito aí em Santa Catarina contra isso?


Adami, o que a SEPPIR vai fazer neste caso. E não vem me falar de pacto federativo.

E esses PM ainda querem ganhar melhores salarios. No mínimo é para serem mais racistas ainda.

Acho que esse povo do terreiro em voga deve entrar com ação de perdas e danos contra todos os vizinhos que assinaram o abaixo assinado.

Mais ainda. Ação de indenizaçao contra o Estado e pedido público de desculpas ao terreiro e a nossa religião.

Outa coisa, amanhã começa a Conferencia Internacional contra o Assédio Moral aqui no RJ. Vou colocar este episódio na pauta da conferencia.

Todo no país precisam saber e temos que denunciar e nos pronunciar conra mais essa arbitrariedade deste poder´público estruturalmente e institucionalmente racista.

Asé.



Luiz Mendes

Diretor de Imprensa e Divulgação

Sindjus/RS


---------------------------------------------------------------------
o problema é que vai denunciar a policia pra quem?! pra policia? é capaz de ser preso por calunia e difamação! abuso de autoridade eles sempre fazer, acham que estão por cima de todos, quando a função deles é proteger a comunidade eles fazem ao contrario.


----------------------------------------------------------------------------
 

Um comentário:

  1. Daniel Ramos de Oliveira18 de dezembro de 2010 19:38

    Olá amigos Umbandas.Infelizmente,erros acontecem,até mesmo em nosso Policia Militar de Santa Catarina,que diga-se de passagem é excelência em Segurança Pública em nosso país,reconhecida em todo o Brasil,pela a qualidade que apresenta em seus treinamentos,em todos os Grupos da PMSC(desde o Policiamento Ostensivo até o Batalhão de Operações Especiais).
    A questão de se utilizar as Carabinas,realmente,concordo foi um pouco exagerado,e a decisão do Policial foi errada,mas provavelmente pode ter sido por culpa do cidadão que repassou a ocorrência para o COPOM,e que o fez tomar esta decisão.
    Amigos,acredito que isso vem do bom senso de cada um,eu particularmente nunca que ficaria incomodado com isso,ia levar na tranqüilidade total,mas acredito que tenha vizinhos deste templo,que se sentiram incomodados,e por falta de conhecimento da sua cultura,acabou repassando uma ocorrência acima do que realmente o era.Os Policiais,podem até ter errado em invadir,mas era uma das únicas atitudes a tomar.Já que os senhores não atenderam a Ordem Policial de abrir a porta,isto é aceitável.Acredito que foi um conjunto de fatores que resultou neste erro estratégico dos Policiais de Jaraguá.

    ResponderExcluir